?

Log in

Divagações
 
[Most Recent Entries] [Calendar View] [Friends]

Below are the 6 most recent journal entries recorded in babylonzn's LiveJournal:

Thursday, April 6th, 2006
6:45 am
madrugou um céu de tonalidades incertas, sobretudo cinzentas, espalhadas em grandes fitas horizontais. Aurora sub-tropical? Luzes do Equador? Fosse lá o que fosse era um espectáculo deprimente. E se o sol não raiar, furar, espreitar, "Eta" dia de ficar na cama lembrando as tristezas que hão-de vir!...

Current Mood: melancholy
Saturday, March 4th, 2006
11:29 am
ih! começou algo diluviano se abatendo sobre minha pobre avenida. as águas de março no hemisfério errado e fechando o inverno? e bem longe de qualquer trópico, capricórnio ou câncer.

olha aí, pintou um teste legal num blog de um friend e eu fui lá e peguei the idea whole. cool, isn't it?




Klein Sexual Orientation Grid


I scored an average of 3.57

01 2 3 4 5 6
HeterosexualBisexualHomosexual

Meaning

This result can also be related to the Kinsey Scale:

0 = exclusively heterosexual
1 = predominantly heterosexual, incidentally homosexual
2 = predominantly heterosexual, but more than incidentally homosexual
3 = equally heterosexual and homosexual
4 = predominantly homosexual, but more than incidentally heterosexual
5 = predominantly homosexual, incidentally heterosexual
6 = exclusively homosexual

Summary

The idea of this excercise is to understand exactly how dynamic a person's sexual orientation can be, as well as how fluid it can be over a person's lifespan. While a person's number of actual homo/heterosexual encounters may be easy to categorize, their actual orientation may be completely different. Simple labels like "homosexual", "heterosexual", and "bisexual" need not be the only three options available to us.

Take the quiz

Current Mood: ecstatic
Monday, February 27th, 2006
6:11 pm
Me deixa entrar no teu leito, sugar teu leite
depois em nossa liteira iremos
esmolando os pobres do caminho
mendigos, estropiados, nem falemos
porque na verdade nos aborrecemos
com esse mundo cão
esse trabalho em vão

Nós queremos mais é apodrecer
numa orgia casual
e qualquer circo que vier
para nós é normal

Dispensamos todo o pão
renunciamos à oficial religião
mas adoramos nossos futuros cadáveres
e Pan escondido entre as árvores
1:13 pm
Like A Complete Unknown
Pois é, se os Stones podem continuar rolando, porque não essa criatura fossilizada que eu me sinto hoje? Porque cancelaram Buffy há nem sei bem quantas temporadas? Porque faz tempo que não dou uma risada? Nem namorado, nem namorada, só gata em cio na relva aparada...
Dia para esquecer e sentir nada.
Mas eus não sei sentir nada.
Por isso admito que posso ser nihil.
Mas não vou sentir nada. Vou sentir a lembrança das pessoas que amei e amarei e hão-de vir.
E da cinza dos tempos
sacudi a poeira
da minha piedade
por coisa alguma
E o céu resplandecentemente anil
me acena em concordância
me ignora benevolente
vá lá saber-se como ser gente!
Monday, February 20th, 2006
8:15 am
Blues da Manhã sem Luz
Acordando em hora inesperada
me de uma fome danada
de comer com o olhar
um pedaço do céu urbano

mas da minha janela baixa e pequena
por onde vejo a morte correr serena
só avistei altas florestas
de betão, vidro fumado e arestas

e ferido na minha intenção
olhei no relógio da cozinha
era bem mais que fora de questão
nascera há muito a alvoradazinha
da manhã pequenina
na cidade apagada

deitei na cama
mais uma vez deixei essas coisas monstruosas
pulsando lá fora
sonho que sou criança
caminho entre a lama, os gatos e as rosas
minha manhã é agora
Friday, February 17th, 2006
3:05 pm
Bilingue? Tri? Hexa? ;)
Admito desede já que parece não ter muita relevância em que língua estes posts vão sendo. Línguas alternadas acaba por ser uma expressão que me atrai. Mas isso é meio redutor, não é?
Vou tentar desenferrujar o meu português nativo, e ficar por aí, por aqui, por uns tempos. Quem me ler verá. Aviso aos puristas: é português luso-brasileiro, euro-afro-tropical, timorense e macaense. Dispenso correcções do tipo "este acento devia ser circunflexo" ou "este vocábulo é um regionalismo/brasileirismo/portuguesismo/nordestino/alentejano/caboverdeano". Se deu para ver que era e encontrar sinónimo, deu para compreender.

Agora eu e as agruras da vida e as saudades de Elis e a minha recém-diagnosticada epilepsia (sob controle, por enquanto)

Aqui eu vou desabafar como era boa a vidinha que eu levava antes. Mas isso é projecção. Retro-projecção ^_^
Saudades da minha Mãe de minhas avós, meus avôs. Sou filho único. Minha família é de 2. Eu (34 beirando os 35) e o meu pai (67 anos nesse mês passado).

Amigos "offline" tenho talvez 2. Com longos intervalos. Mais uma por carta. Talvez uns três por telefone, mas tenho e sempre tive fobia desse aparelho. Mais ainda de celulares. Telemóveis. Cadê o corrector de língua portuguesa desse troço?

Sou musical como sou ser que respira. Ouvindo, cantando, tocando.
Sou gay na teoria e no ADN. Não na prática. Na prática sou mais é nada e sonhos e fantasias... Masturbação conta?

Sou viajante sem dinheiro, cinéfilo de morrer. Até morrer.

Perdi a esperança na Humanidade, não nos seres humanos. A turba assusta-me. E alguns jornalistas/colunistas de direita-cristã que se encostam em nacionalismos neo-fascistas também.

Current Mood: introductória
About LiveJournal.com